Tudo bem, eu admito: tenho o péssimo hábito de começar algumas tarefas na minha vida e perder o interesse quando vejo que posso continuar depois. Só que esse “depois” nunca chega, e a tarefa, que era empolgante a princípio, empaca e nunca mais volto a fazê-la. A preguiça me adora, e sempre vem com aquele papo: – Fala sério, vamos ficar mais um pouquinho. Temos tanto tempo ainda…
Funciona assim pra muitas coisas, e com esse blog não estava sendo diferente.
Duzentos e cinqüenta e um dias foi o tempo que ele ficou sem atualização. O quanto eu não aprendi nesse tempo? O quanto eu fiz, acertei e errei?

Hoje eu percebi que duzentos e cinqüenta e um dias é tempo o bastante pra uma longa folga. Só que já chega. Não dá pra ficar quieto quando se tem tanto a falar, nem ficar parado quando se tem muito o que fazer e mostrar. Hoje eu dei o fora na preguiça, agora só preciso me manter focado para não cair nas garras dela de novo.
Desculpa preguiça, mas eu nunca gostei de você de verdade.

O segredo é dar o primeiro passo e praticar. A prática mantém o ritmo. O ritmo faz a qualidade aumentar. Tendo qualidade o interesse cresce e escrever fica mais empolgante do que nunca. É um processo matemático.

O propósito de um blog é ser atualizado periodicamente, senão ele perde o sentido. As pessoas perdem o interesse em ver o que você escreve/ faz, você por sua vez não sente motivado a continuar por uma série de fatores. No fim, ninguém mais se importa com o que você tem a mostrar, fazendo com que seu blog caia no limbo digital. Ninguém vai ver aquilo que você não mostra. Nada acontece se nada for feito.

Enfim, blogs que não são atualizados morrem.
Este aqui está prestes a ressucitar!

Anúncios